Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



A Caridadezinha de que não se fala.

por Faust Von Goethe, em 07.12.12

Não pretendo entrar em polémicas inúteis sobre o que entendo por “Caridadezinha” e muito menos recorrer ao jargão brejeiro, típico de quem se sente insatisfeito com o seu país e de quem assume que os seus princípios éticos e morais devem ser também os princípios éticos e morais dos outros.

Agora que já captei a vossa atenção, vamos ao que me levou a escrever sobre “Caridadezinha”. No mundo dos negócios, onde as grandes corporações lutam ferozmente por manter cotas de mercado assim como o lucro fácil, coabita na mente de quem as gere, um oportunismo desmesurado de recorrer ao voluntariado como forma de reduzir os custos com pessoal.

Há dias atrás, tive de me deslocar a um hipermecado Continente em Coimbra para fazer as minhas habituais compras. Para além das já habituais banquinhas do Barclays que coabitam nestes templos do consumo, das associações de solidariedade que também decidiram inundar este espaço em busca de donativos com vista a financiar as suas actividades, verifiquei com desagrado que na banquinha destinada aos embrulhos de presentes do Continente, estavam voluntários da Cruz Vermelha Portuguesa.
Como não percebi muito bem a razão dos funcionários da Cruz Vermelha estarem ali no lugar que, por direito, deveria ser ocupado por funcionários do Continente, decidi fazer a minha pesquisa caseira sobre a campanha no Google.

Ao fazer um meticuloso exercício de “wikisearch”, não consegui encontrar qualquer informação relevante sobre a campanha que está a decorrer nos hipermercados Continente em Coimbra. No entanto, encontrei  a informação abaixo no site da delegação da Cruz Vermelha de Guimarães, a qual transcrevo abaixo na íntegra: 

Caros voluntári@s,

À semelhança do ano passado, a Delegação de Guimarães da Cruz Vermelha Portuguesa,no fim de semana de 3 e 4 de Novembro de 2012 e de 30 de Novembro a 23 de Dezembro de 2012, vai estar presente no Hipermercado Continente em Guimarães, para efectuar os embrulhos de Natal aos seus clientes, bem como, a fazer divulgação dos seus projectos e angariação de donativos.

Desta forma, pedimos a colaboração de todos os voluntários, para estarem connosco a fazer embrulhos, e desta forma ajudar a nossa Delegação, visto que, por esta ação desenvolvida, o Continente dar-nos-à um donativo.

Podem trazer convosco os vossos familiares ou amigos, crie um grupo e preencha um turno ;)
Os turnos são os seguintes:

09.00h às 13.30h
13.30h às 17.30h
17.30h às 20.30h
20.30h às 23.00h ( Este último turno difere, se for semana ou fim-de-semana)

Agradecíamos que nos informassem qual a vossa disponibilidade, através do nr. 253412522 ou dguimaraes.cvp@gmail.com.

Certos da vossa colaboração e sensibilidade para a importância desta ação, ACREDITAMOS QUE JUNTOS CONSEGUIMOS.

"AJUDE-NOS A AJUDAR"


Vamos lá ver se percebi bem. A delegação de Cruz Vermelha [de Guimarães] está a arranjar turnos de voluntários para ir embrulhar presentes para o Continente. Com esta acção de solidariedade, o Continente dá um donativo à Cruz Vermelha, evitando assim subcontratar funcionários para suprir as necessidades de contratação de pessoal.

Será que o valor que seria pago aos funcionários do Continente reverte integralmente a favor da Cruz Vermelha Portuguesa?
Boa pergunta!


Na foto acima:
Campanha Continente- Cruz Vermelha Portuguesa [em Castelo Branco]. Retirada daqui.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:49





Pesquisa

Pesquisar no Blog  






Contador