Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Interesse público como desculpa

por Antero Neves, em 13.10.12

Numa semana em que se ficou a conhecer que a UNESCO tolera a construção da Barragem do Tua muitos se levantaram afirmando que esta organização atropelou o interesse público e apenas fez um favor ao poder económico. Outra machadada no interesse público tinha-se verificado no início da semana anterior quando o tribunal de Mirandela recusou esse motivo para a saída do helicóptero do INEM da cidade de Macedo de Cavaleiros. Estes são dois casos em que o interesse público, o interesse na Nação, foi espezinhado e abandonado. E eu digo: que bom!

A expressão interesse público sempre me fez comichão. Como é que se avalia o interesse público no caso de um helicóptero que pode salvar uma vida? Como é que alguém que está em Lisboa/Porto/Faro consegue avaliar o interesse público que as pessoas em Trás-os-Montes (diretamente afetadas) têm numa barragem que lhes vai dar água e electricidade em vez de lhes permitir gozar da companhia de alguns turistas que, uma vez por ano, decidem deslizar de comboio até à região? A verdade é que o interesse público não passa de uma desculpa para defender o interesse de um grupo particular, uma desculpa que procura passar a ideia de que quem é contra é anti-patriota, é um cidadão inferior, é um traidor.

Um dia, um visionário projetou uma barragem para bem do interesse público, a barragem foi construída e hoje, para bem do interesse público, abastece para rega o concelho de Macedo de Cavaleiros, serve de habitat para várias aves migratórias e tem duas praias - uma delas foi considerada uma das 7 praias-maravilha de Portugal - que, para bem do interesse público, chamam turistas e serve os habitantes do Nordeste Transmontano. Aquando do 25 de Abril de 1974, este homem - Eng. Camilo Mendonça - teve de deixar Portugal e "exilou-se voluntariamente" no Brasil, a bem do interesse público...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:32


1 comentário

De Balhau a 13.10.2012 às 20:18

É justamente a natureza parcialmente subjectiva do conceito interesse público que permite o uso demagogo deste princípio de certa forma elementar.

Comentar post





Pesquisa

Pesquisar no Blog  

calendário

Outubro 2012

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031






Contador