Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Santo Natal

por Carlos Roberto, em 21.12.12

 

Foto de Rui Paiva Monteiro

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:54

Amo a minha terra ... Aveiro

por Carlos Roberto, em 13.12.12

 

Foto de Rui Paiva Monteiro

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:39

Coimbra no Tempo dos Eléctricos.

por Faust Von Goethe, em 09.12.12

 

Quem compara o bulício da cidade de Coimbra nos tempos actuais com o bulício da cidade documentado no álbum de fotos Coimbra - Viagem de Eléctrico 1972-78, chega à conclusão que a única coisa que mudou na cidade nos últimos 40 anos foi a supressão da rede de eléctricos, que durante quase 7 décadas consecutivas (1911-1980), ofereceu aos habitantes da cidade um meio de deslocação eficaz no seio da cidade.

É certo que Coimbra é a única cidade Portuguesa que vigora na lista das "70 cidades inteligentes da Europa" assim como é certo que a cidade está munida de uma rede de autocarros que liga regularmente as principais artérias da cidades-sim, apenas as principais. No entanto, a falta de visão e de consciência ambiental por parte daqueles que, em tempos consideravam este meio de transporte como antiquado, barulhento e desconfortável, contribuiu de um certo modo para a degradação das condições de mobilidade sustentável no seio da cidade, já para não falar do contributo indirecto para a morte [prematura] de grande parte do comércio local na parte baixa da cidade, que se situa junto ao rio mondego (rio mondego situa-se à esquerda da foto acima).

E porquê? Perguntam vocês. Porque pessoas como eu que, morando na parte alta da cidade-no meu caso junto ao Hospital Universitário de Coimbra (cerca de 3.5km da baixa)-na impossibilidade de arranjarem estacionamento na baixa, optam por se deslocar a grandes superfícies situadas na periferia, para realizar as suas compras habituais assim como para disfrutar dos momentos de lazer.

É uma pena que assim seja!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:32

Ao som do Vento

por Carlos Roberto, em 17.11.12

 

Foto de Rui Paiva Monteiro

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:12

Troika de Burros.

por Faust Von Goethe, em 13.11.12

 

Foto delitada da página Burros de Portugal.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:32

Algures na BioRia

por Carlos Roberto, em 12.11.12

 

Foto de Rui Paiva Monteiro

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:23

Nacionalismos e Saudosismos Parcos Dixit

por Faust Von Goethe, em 10.11.12

 

Na Imagem: Cúpula do Sony Center, Potsdamer Platz, Berlim, tirada por mim durante a minha [primeira] estadia na cidade (Março 2006).

 

A propósito da realização sobre um eventual vídeo do género “O que a Alemanha deve saber sobre Portugal”, já se tinha escrito por estes lados o seguinte:

 

Há ideias que só resultam uma vez. A do vídeo "O que a Finlândia deve saber sobre Portugal" realizado pela Câmara Municipal de Cascais, e posteriormente apresentado nas conferências do Estoril em 2011, é uma delas. Teve a sua originalidade, mas não se livrou de receber uma resposta categórica por parte dos nórdicos.

(…)

Não sei se Marcelo e o próprio Carreiras conhecem bem a mentalidade alemã, de longe muito mais rígida que a mentalidade finlandesa. Por experiência própria, que trabalhei [e ainda trabalho] com alemães, posso assegurar a estes dois senhores da plebe política que Merkel não vem cá em jeito descontraído, como se de férias se tratasse, e muito menos para ir passear com "o bom aluno da troika" para a marina de Cascais.

(…)

Os alemães já costumam ir fins-de-semana e temporadas para Palma de Maiorca, pois têm vôos directos fretados pela Air Berlin, com a vantagem adicional de que estão mais próximos da realeza, evitando assim qualquer contacto directo com tias, tios, assim como ter de frequentar festas "giras" onde só servem rissóis e canapés. Mas pensando melhor, se em vez de rissóis, canapés ou até mesmo um passeio pela marina de Cascais, "oferecermos" a TAP à Lufthansa-em vez da Avianca, claro-talvez ela [e muitos alemães] fiquem a gostar um pouco mais dos Portugueses.

 

Há dias o Jornal de Negócios noticiava ”Fraport voa com Merkel de olhos postos na ANA”;

Hoje o jornal Expresso noticia  “Vídeo de Marcelo recusado pela Alemanha” .

 

Moral da História: Se Marcelo Rebelo de Sousa, o blogger Rodrigo Moita de Deus ou até o pessoal do 31 da Armada tivesse lido o Caleidoscópio, era bem provável que esta “pequena vergonha” pudesse ter sido evitada.

 

Adenda: Se ao invés de Berlim, se tivesse tentado passar o vídeo em Munique (Baviera Alemã), certamente que este seria [muito] bem aceite. E seria por duas razões: 
#1: Ao contrário dos [típicos] Berlinenses, os habitantes de Munique são maioritariamente católicos, tal como os Portugueses.

#2: Enquanto que os habitantes da Baviera Alemã são afáveis, os típicos Berlinenses (i.e. naturais de Berlim) são snobs.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:52

Uma consciência

por Antero Neves, em 06.10.12

Jiminy

Encontrei uma consciência perdida no meu jardim... e dizer que faz falta a tanta gente!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:00

Uma Nação Indignada à Rasca

por Carlos Roberto, em 03.10.12

Como fotógrafo amador documentei fotograficamente o que pude a manifestação no dia 15 de Setembro de 2012 em Aveiro, como pode ver-se aqui e aqui. Chamou-me a atenção não só o facto de ser uma grande manifestação como nunca tinha visto em Aveiro, a nível nacional também bateu recordes, mas vi como uma acção colectiva de pessoas sem afinidades políticas e de várias faixas etárias. A pergunta que fiz a mim mesmo foi se aquilo levava a algum lado, dias depois a medida da TSU foi retirada do programa para o Orçamento de Estado mas mesmo assim pergunto-me se as pessoas continuaram a passear longos metros só para dizer que "sim" ? Ou será que ser indignado tem um limite ? e depois de indignada a Nação qual será o passo seguinte ? Longe vão eleições legislativas, de nada servem petições para tirar A ou B do poder, as pessoas estão a ver que a Democracia que foi vendida depois do 25 de Abril de 1974 está a abrir brechas, o rotativismo político está praticamente esgotado e depois ? 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:22




Pesquisa

Pesquisar no Blog  

calendário

Dezembro 2015

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031

Posts mais comentados






Contador