Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Equidade Fiscal, segundo Jutta Urpilainen.

por Faust Von Goethe, em 03.01.13



Em tempos econômicos difíceis é importante garantir que a equidade fiscal deve efectuar-se pelo melhor. Há também a necessidade de moderação, seguindo o exemplo dos líderes. Por esta razão, os ministros cortar os salários dos seus próprios há um ano, a 5%. É bom que o Presidente da República, pelo exemplo de gestão associados a mesma cadeia de Niinisto, retornando o antecessor do seu Presidente Halonen, o nível do prémio. Espero que os líderes de negócios, seguindo o exemplo e reduzir seus salários. Creio, também, os membros dispostos a participar no trabalho. Em vez de gordura, não concordo com a geral. Finlândia não pode ter recursos para baixo- e rendimento médios salários.

Jutta Urpilainen, ministra das finanças Finlandesa (traduzido pelo Bing).


Para que conste para o debate político actual, que tanto cá como lá, o Orçamento de Estado para 2013 não é consensual. No entanto não deixa de ser curioso, ao contrário de cá, de ser o responsável da pasta das finanças a vir levantar a questão da equidade fiscal [nas redes sociais].

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:46

Leituras pelo Caleidoscópio #6

por Faust Von Goethe, em 21.12.12

Tendo como mote o simbolismo da data de hoje-o fim do mundo segundo o Calendário Maia-recomendo:

 

  • Apocalipse 2012 pel'O António Maria- António Cerveira Pinto a.k.a O António Maria escreve sobre o fim do petróleo barato, sobre alterações climáticas brutais, sobre o nosso mundo-contemporâneo, industrial, urbano e cosmopolita- antevendo o pior que ainda está para vir. De leitura obrigatória!
  • Palestra de Charles A. S. Hall, o autor da expressão EROI (Energy Return On Investment)-disponibilizado pel'O António Maria na sua página de Facebook a propósito desta temática:
Bom fim-de-semana! E boas férias, se for o caso.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 01:28

A força dos Blogs e das Redes Sociais "all together now!"-um exemplo.

por Faust Von Goethe, em 17.12.12


Vamos por partes: Primeiro a edição online do Jornal Le Figaro noticia Une formule mathématique pour décorer votre sapin. Horas depois de ver esta notícia partilhada no mural de um amigo meu, franco-alemão (vejam a ironia?!), decidi escrever um pequeno post-Como encontrar a decoração "perfeita" para o seu Pinheiro de Natal?.

Um dia depois, este post passou a destaque no Blogs Sapo-procurar destaque em Recorte Sapos (recortado em 13/12/12, às 10:06)-destaque esse que nos permitiu ter audiências muito próximas das do dia em lançámos [oficialmente] este Blog-5 de Outubro de 2012.
Hoje congratulo-me de ver o suplemento P3 do jornal Público a noticiar o que o jornal Le Figaro noticiou na semana passada- leia-se Dificuldades em decorar a árvore de Natal? A matemática ajuda.

Dada a quantidade de informação que circula tanto em blogs como em redes sociais, é-me impossível afirmar que o meu post foi a motivação que levou os editores do suplemento P3 a escrever esta notícia interessante e aparentemente bizarra sobre decorações de árvores [ou pinheiros] de natal.
No entanto, não são os números de sitemeter que me motivam a blogar. São exemplos como este assim como este que referi à tempos atrás.

São exemplos como este que fazem deste espaço um local singular para todos aqueles que procuram ler de tudo um pouco, sem se maçar. Será que rimou? Não importa...

Parabéns a nós! E um muito obrigado a vós!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:18

Museu Académico de Coimbra (#)

por Faust Von Goethe, em 26.11.12

 

O Museu Académico de Coimbra, possuidor de um riquíssimo património da vida estudantil de Coimbra, com colecções da vida estudantil e peças valiosas onde podemos destacar: a Guitarra do Hilário, do Artur Paredes, de Afonso de Sousa e do Santista Lucas Junot, entre outras. A primeira taça de Portugal ganha pela Académica em 1939 e imensos troféus desportivos das secções desportivas da Associação Académica de Coimbra. Além de todo o património e documentação da extinta Associação dos Antigos estudantes de Coimbra no Brasil. Por outro lado, também o Arquivo da Associação Académica de Coimbra e uma imensa biblioteca de temática de vida estudantil donde poderão sair estudos e dissertações. Mesmo a "colher de pau" da praxe que pertenceu a Antero de Quental está no Museu, Colecções das Repúblicas de Estudantes, entre muitas outras colecções e peças.

A razão do envio deste mail é que, em 2011, dadas as dificuldades do Museu, foi criada a Liga de Amigos do Museu Académico de Coimbra, uma Organização sem fins Lucrativos, com o objectivo de proteger, divulgar e dinamizar o Museu. Assim, o que vos solicitava, e se o entenderem fazer era que aderissem à página no Facebook da Liga, pois, quanto mais aderentes tiver, mais força terá para proteger o Museu. Quem o pretender fazer, bastará clicar em "Gosto" ou "Like", ou "Curtir" na página do Museu no Facebook, que é aqui:

http://www.facebook.com/pages/LIGA-DOS-AMIGOS-DO-MUSEU-ACAD%C3%89MICO-COIMBRA-LIMAUC/169085666481406

Além disso, quando vierem a Coimbra, visitem o Museu Académico, que fica situado no 1 º piso do Colégio de S. Jerónimo, próximo da Estátua do D. Dinis (Antigo Edifício dos Hospitais da Universidade) e o Museu está aberto de segunda a sexta.

 

 

(#) Recebido por e-mail.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:03

Suposições ou

por Antero Neves, em 10.11.12

O que eu penso que sei, o que tu pensas que sabes, o que eles pensam que sabem.

 

As pessoas não podem ser julgadas tendo por base uma onda de opinião nas redes sociais. Isto é o que eu penso que sei.

É claro que haverá gente a discordar de mim, mas isso é problema de quem pensa que sabe que não é assim e não meu.

O que tenho assistido nos últimos dias - acerca de Isabel Jonet - parece uma adaptação do conto Frei Genebro de Eça de Queiroz e o sentimento que me assola é exactamente o mesmo: injustiça.

 

A justiça divina do conto toma neste caso a forma de justiça facebookiana e trata com desprezo qualquer acto anterior ou qualquer intenção diferente daquela que os carrascos amigos de facebook supõem. Assim, nos últimos tempos, inundam o terceiro maior "país" do planeta com pedidos de explicações e exigências de desculpas mostrando a falta de compreensão e até uma presunção de superioridade relativamente a quem durante 20 anos teve um papel agradável mas que, por todos quererem ser mais santos que os demais, suponho que suscitava invejas ou pelo menos vontade de criticar.

 

Agora chegou a desculpa que esses procuravam.

Aquilo que eu depreendi das palavras de Isabel Jonet foi um aviso de alguém que já viu e viveu mais do que eu, nada mais, nada menos, e por isso lembrei-me do ditado anglo-saxónico: no good deed goes unpunished.

Isto é o que eu penso que sei, provavelmente estarei errado, mas tu que lês este texto e tens uma opinião diferente - contrária ou não - provavelmente também estás errado, e eles, os que estão à nossa volta, também, porque todos nós pensamos que sabemos quando na realidade não fazemos ideia.

 

Pena que nestas coisas da justiça e da consciência não podemos usar a Matemática para calcular a média (ou mediana) de todas as nossas suposições e encontrar, se tivermos em conta a sabedoria das multidões, a mais certeira.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:47

O melhor ainda está para vir(?)

por Faust Von Goethe, em 07.11.12

 


Ao contrário do John [que reside em portugal e tem nacionalidade americana], não sou especialista em questões de política norte-americana, confesso.
Mas mesmo assim vou arriscar fazer um breve comentário, tendo em conta o pouco que tenho ouvido por aí, em particular pela boca do Luís (Amado)-que esteve durante algumas horas a comentar as eleições EUA na RTPN durante o início da noite.

Ora bem: O segundo mandato Obama promete ser um mandato TNT pois, embora a campanha de Obama se tenha baseado muito no já famigerado ObamaCare-Romney já tinha implementado uma ideia semelhante enquanto governador- e na criação de empregos na economia para retirar os EUA da recessão, Obama vai provavelmente ter de fazer um backtracking de 4 anos, voltando a uma das suas promessas não cumpridas-a política energética como o mote para reindustrializar a América.
Não sei se "o melhor ainda está para vir" como disse Obama no seu discurso de vitória-ver aqui na íntegra. Desconfio apenas que, depois das políticas expansionistas levadas a cabo pelo FED-que consistiam em injectar dinheiro directamente na economia- que o próximo passo de Obama passará pelo reequilíbrio as suas contas públicas via austeridade fiscal, como já vem sido levado a cabo na europa. Embora este aspecto não tenha sido contemplado na campanha de Obama, é provável que este seja o caminho.
Ao contrário do Senado, a Câmara dos Representantes é controlada maioritariamente por republicanos. E estes não prometem fazer vida fácil a Obama. Pelo menos nesta primeira fase.

Na imagem: "Four more years", uma das fotos que mais "gostos" de sempre partilhada no Facebook.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:48




Pesquisa

Pesquisar no Blog  

calendário

Dezembro 2015

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031

Posts mais comentados






Contador